COVID-19: A resiliência Portuguesa

Partilhe:


re·si·li·ên·ci·a
(inglês resilience, do latim resilio, -ire, saltar para trás, voltar para trás, reduzir-se, afastar-se, ressaltar, brotar)
substantivo feminino
1. [Física]  Propriedade de um corpo de recuperar a sua forma original após sofrer choque ou deformação.
2. [Figurado]  Capacidade de superar, de recuperar de adversidades.

“resiliência”in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa, 
https://dicionario.priberam.org/resili%C3%AAncia [consultado em 23-03-2020].

Escreve João Vieira Pereira, no Edital do Expresso desta semana que “Existe uma verdade popular,
que anda sempre na boca de muita gente, que diz que em Portugal não existe sociedade civil ou que pelo menos é muito fraca……. Há, contudo, honrosas exceções que provam que somos capazes de enfrentar, discutir e dar a volta a situações adversas. “

Não podia concordar mais. É nos momentos mais difíceis, em que outros titubeam e se resignam em que nós, portugueses, ganhamos força e unimo-nos num só objetivo.

Este é sem dúvida um desses momentos. Um exigente teste à nossa capacidade de reação, que abala todas as estruturas humanas que pensávamos seguras e firmes.

A saúde, o nosso modo de vida, os nossos empregos, a educação dos nossos filhos, tudo está em cheque e de repente parece que ficamos sem chão.

Adicionalmente a nossa Liberdade parece afetada, especialmente a de movimentos, e somos obrigados a um isolamento físico e social, muito adverso à nossa realidade e costumes, num país muitas vezes elogiado pela sua elevada simpatia, hospitalidade, e sentido do humano.

Mas o que não nos mata, torna-nos mais fortes. E vamos superar esta situação, como a história sempre nos ensinou e dolorosamente nos relembra de tempos a tempos.

Estamos assim dependentes uns dos outros, com uns a trabalharem e outros o mais resguardados possível, mas a procurar soluções entre todos e para o bem de todos.

Foi deste sentimento que nasceu o todosjuntos.pt. Porque todos nós temos de marcar a diferença. Contribuir para um bem maior. E todos nós, nas nossas áreas de conhecimento, influência e social temos essa capacidade.

Temos verificado nos últimos dias uma onda cada vez maior de solidariedade, algo que escasseia
neste mundo invadido de redes sociais e onde o que interessa é material e muitas vezes, supérfluo.

Como sempre, o Português tem o condão de olhar para o lado menos mau em situações terriveis. De ver oportunidades onde todos vem problemas. Talvez estejamos a olhar para uma mudança forte de mentalidades, tal é a gravidade da situação.

Não tenhamos dúvidas; este virus vai abalar a nossa sociedade durante muitos anos, vamos ficar privados de pessoas próximas por causa dele. Familiares, amigos, conhecidos, todos nós vamos ter histórias amargas, dramas para contar. E isso deve fazer-nos refletir não só sobre o futuro mas também, de maneira mais relevante, sobre o presente.

O substantivo que queria deixar no vosso pensamento é um: 

Resiliência.

A capacidade de se superar, de recuperar de adversidades. Isto é basicamente o sinónimo de todo o nosso passado como nação, e o que temos de enaltecer e garantir na nossa sociedade no presente. 

Portanto, mãos à obra! Devemos dar uso às nossas capacidades, em prol dos que mais precisam de nós, seja dos nossos pais, avós, familiares, amigos e vizinhos, mas também do bem comum. De quem não conhecemos o rosto e história, mas no fundo sabemos que precisam de ajuda. 

Esperamos que esta plataforma de algum modo possa ajudar quem precisa. Se ajudar uma pessoa, já cumpriu com o seu objetivo.

Juntos seremos mais fortes. Será a nossa resiliência a aguentar a Nau Portuguesa até passar esta tormenta.

Responses

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

New Report

Close